É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.
publicado por auto-hemoterapia | Quarta-feira, 13 Abril , 2016, 13:44
"Eu considero a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), a forma mais perfeita de IMUNOTERAPIA, pois vem a ser uma IMUNOTERAPIA NATURAL. E, o que vem a ser mais importante para milhões de pessoas, é uma TERAPIA de baixíssimo custo". A afirmação é do médico brasileiro Jorge Martins Cardoso, pesquisador e defensor da auto-hemoterapia.
O médico fez a afirmação em artigo onde analisa informações de seminário com participação de pesquisadores e empresas multinacionais de produtos farmacêuticos, que discutiram imunoterapia, considera a mais promissora forma de tratar doenças, como o cancro (câncer). 
O artigo faz parte de uma série que notabilizou Jorge Martins Cardoso em seu país: o Brasil é o único país do mundo que proibe a auto-hemoterapia, decisão tomada após 109 anos de uso livre da técnica. O crime contra os brasileiros foi praticado em 2007, no governo Lula da Silva e foi mantido pela atual presidente, Dilma Rousseff.
A decisão de proibir a auto-hemoterapia no Brasil foi tomada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelos conselhos profissionais de saúde, à frente o Conselho Federal de Medicina (CFM), unicamente para favorecer a venda de remédios pelos laboratórios transnacionais de saúde.  A população luta contra a proibição.
    
AUTO-HEMOTERAPIA, Dr. Fleming e os antibióticos...
Artigo Extra.
Folha de S. Paulo – Nova aposta contra o CÂNCER pode ser aprovada em cinco anos, diz laboratório.
Mesa “Imuno-Oncologia: Avanços e Obstáculos”.
Por ANDREA VIALLI.
Colaboração para a Folha de S. Paulo.
30 de março de 2016 – 14 horas e 46 minutos.
Menos agressiva para o ORGANISMO, a IMUNOTERAPIA é a grande promessa para o TRATAMENTO do CÂNCER nos próximos anos, principalmente se combinada a outras técnicas, como a quimioterapia e a terapia alvo.
Mas, para que essa nova fronteira esteja acessível aos pacientes, O Brasil precisa derrubar barreiras em relação à pesquisa clínica e aprovação dos medicamentos, segundo especialistas que participaram do fórum “O Futuro do Combate ao CÂNCER”, promovido pela Folha de S. Paulo, com patrocínio dos laboratórios Bistol-Myers Squibb e MSD.
“A expectativa é que em cinco anos tenham sido aprovados no Brasil medicamentos para tratamento de CÂNCER de pulmão, rins e melanomas”, afirma Luciana Fanti, Diretora MÉDICA de Oncologia do laboratório MSD, uma das indústrias que estão na corrida pelo desenvolvimento de novas drogas IMUNOTERÁPICAS, com 120 pesquisas em andamento em todo o mundo.
A IMUNOTERAPIA é considerada REVOLUCIONÁRIA porque busca FORTALECER o SISTEMA IMUNOLÓGICO para que ele passe a combater o CÂNCER – PRINCÍPIO BEM DIFERENTE da quimioterapia, cujos medicamentos agem para matar as células cancerígenas, mas acabam ANIQUILANDO também CÉLULAS SAUDÁVEIS.
A IMUNOTERAPIA estimula as CÉLULAS de DEFESA do ORGANISMO a combater as células do câncer, utilizando para isso substâncias MODIFICADORAS da resposta BIOLÓGICA.
“O SISTEMA IMUNOLÓGICO não tem uma arma só. Ele tem um ARSENAL, como os LINFÓCITOS, os MACRÓFAGOS e as substâncias que as células produzem para atingir as CÉLULAS ANORMAIS”, explica Marcelo Cruz, Oncologista do Centro de Oncologia Antônio Ermírio de Moraes, ligado à Beneficência Portuguesa.
Além disso, o SISTEMA de DEFESA do ORGANISMO possui MEMÓRIA. Por isso, algumas VACINAS tomadas na infância ainda surtem efeito na vida adulta.
Na IMUNOTERAPIA, isso é EFICAZ porque caso o CÂNCER “drible” o tratamento convencional, o SISTEMA IMUNOLÓGICO pode recorrer à MEMÓRIA para continuar combatendo as CÉLULAS CANCERÍGENAS.
Os ensaios clínicos randomizados nos Estados Unidos e Europa têm demonstrado que a IMUNOTERAPIA traz bons resultados em CÂNCERES agressivos, como melanomas e CÂNCERES de pulmão.  
No cenário internacional, o Brasil está atrasado na corrida das pesquisas clínicas envolvendo a IMUNOTERAPIA, pois requer aprovação tripla para a liberação de um novo medicamento: a primeira fase passa por um Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), depois pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e depois é submetida à ANVISA. 
A aprovação de novos medicamentos leva em média de 10 a 14 meses, enquanto nos Estados Unidos o processo dura cerca de 45 dias.
No Brasil, já foi aprovado e pode ser usado o Yervoy, contra melanoma, e o Opdivo, contra melanoma e CÂNCER de pulmão, deve chegar ao país neste ano.
“A dificuldade de acesso dos pacientes só pode ser quebrada com a pesquisa clínica, que oferece oportunidade a tratamento de ponta. Os desafios burocráticos ainda são grandes, mas o potencial é enorme”, diz Fábio Franke, coordenador do Centro de Alta Complexidade em Oncologia do Hospital de Caridade de Ijuí.  
Com um centro de alta complexidade, a pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul tornou-se referência para a pesquisa clínica em oncologia, com 94% dos pacientes vindos do SUS.
No Brasil, além da demora na aprovação das drogas, o preço do tratamento será outro desafio a ser enfrentado.
“O acesso é o maior desafio e o preço do medicamento, uma das variáveis desse desafio”, diz Luciana Fanti, do laboratório MSD. Segundo ela, os preços dos medicamentos passam pelo crivo da ANVISA, com base no valor praticado em outros países. No caso de compras públicas, também é feita uma negociação específica com o governo. 
Além da negociação dos preços, outra estratégia para ampliar o acesso é avaliar que pacientes podem se beneficiar mais do tratamento, já que algumas drogas podem ser eficazes para 20% dos pacientes de um determinado CÂNCER, mas não funcionar para os demais 80%.
Os estudos vêm demonstrando que a IMUNOTERAPIA é EFICAZ não só no tratamento de CÂNCERES sólidos, mas também HEMATOLÓGICOS, o que amplia seu raio de utilização. “Hoje as pesquisas clínicas são conduzidas de modo a contemplar um grande número de CÂNCERES, com respostas até então nunca atingidas”, diz Angélica Dimantas, Diretora MÉDICA de IMUNO-ONCOLOGIA do laboratório BMS Brasil.
A redução dos efeitos colaterais, quando comparados ao de um tratamento quimioterápico é outra vantagem da IMUNOTERAPIA. 
Segundo Fábio Franke, do Hospital de Caridade de Ijuí, os ensaios realizados em pacientes acometidos por melanomas e CÂNCER de pulmão apontam para uma grande melhora da qualidade de vida dos doentes quando submetidos à IMUNOTERAPIA, em comparação com os efeitos da quimioterapia.
“Eles ficam menos debilitados e NÃO APRESENTAM QUEDA DE CABELO, nem náuseas. Temos visto um controle da doença com recuperação da vitalidade”, diz. 
Apenas 1% dos pacientes apresenta algum efeito colateral mais grave decorrentes de respostas do SISTEMA IMUNOLÓGICO, aponta o pesquisador.
 
Observações do escriba:
1ª – O assunto não é novidade para nós. Em 1976, o médico e cientista Dr. Ricardo Veronesi, publicou um esclarecedor artigo científico intitulado: - IMUNOTERAPIA: O Impacto Médico do Século.
2ª – O médico e cientista Dr. Luiz Moura, através de um DVD, faz didaticamente uma análise comparativa entre os trabalhos do Dr. Ricardo Veronesi (que é de 1976) com o trabalho científico do Dr. Jésse Teixeira, que é intitulado “AUTO-HEMOTRANSFUSÃO na Prevenção de Complicações Pulmonares Pós-Operatórias” (que é de 1939), e chega à convincente conclusão de que os dois trabalhos científicos se completam.
3ª – Nos trabalhos dos médicos e cientistas brasileiros Dr. Jésse Teixeira, Dr. Ricardo Veronesi e Dr. Luiz Moura as células de defesa do nosso ORGANISMO conhecida como MACRÓFAGOS, são mencionados. Na recente reportagem da Folha de S. Paulo, o médico Marcelo Cruz, Oncologista Clínico do Centro de Oncologia Antônio Ermírio de Moraes diz: “O SISTEMA IMUNOLÓGICO não tem uma arma só. Ele tem um ARSENAL, como os LINFÓCITOS, os MACRÓFAGOS e as substâncias que a célula produz para atingir as CÉLULAS ANORMAIS”.  
4ª – Nos trabalhos dos médicos e cientistas Dr. Ricardo Veronesi e Dr. Luiz Moura, as expressões SISTEMA IMUNOLÓGICO, SISTEMA RETÍCULO ENDOTELAL e/ou SISTEMA RETÍCULO HISTIOCITÁRIO é mencionado várias vezes, bem como o vocábulo MACRÓFAGOS. Na recente reportagem da Folha de S. Paulo, a expressão SISTEMA IMUNOLÓGICO aparece algumas vezes, bem como a palavra IMUNOTERAPIA.
5ª – O médico e cientista Dr. Luiz Moura é um fervoroso defensor da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), uma terapia COMPLEMENTAR que ele aprendeu com o seu pai por volta de 1943. O pai de Dr. Luiz Moura era cirurgião. Seguindo os ensinamentos de seu pai, para quem não sabe, Dr. Luiz Moura atuou inicialmente como cirurgião durante 20 anos aproximadamente. Após este período dedicou-se a Clínica Geral, até completar os 90 anos de idade. São mais de 70 anos de experiência no tema da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT). 
6ª – Eu considero a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), a forma mais perfeita de IMUNOTERAPIA, pois vem a ser uma IMUNOTERAPIA NATURAL. E, o que vem a ser mais importante para milhões de pessoas, é uma TERAPIA de baixíssimo custo.    
7ª – Vamos repetir mais uma vez o que foi publicado recentemente na Folha de S. Paulo: - O Médico Marcelo Cruz disse: “O SISTEMA IMUNOLÓGICO não tem uma arma só. Ele tem um ARSENAL, como os LINFÓCITOS, os MACRÓFAGOS e as substâncias que a célula produz para atingir as CÉLULAS ANORMAIS”.
A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e, a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), também continua. 
Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Boa leitura, boa saúde, pensamentos positivos e bom dia.
Aracaju, capital de Sergipe (ex PAÍS do FORRÓ e futuro “PAÍS da BOMBA ATÔMICA”), segunda-feira, 11 de abril de 2016.
Jorge Martins Cardoso – Médico (e futuro BANQUEIRO) – CREMESE – 573.
Fontes: (1) – Google. (2) – Yahoo. (3) – E-mail. (4) – Folha de S. Paulo – 30 de março de 2016 – Por ANDREA VIALLI.     
 

publicado por auto-hemoterapia | Sexta-feira, 08 Abril , 2016, 19:13
Auto-hemoterapia cura Mieloma Multiplo
Iara M Ferreira publicou no grupo AMIGOS DA CURA 
 
Em 2011 fui acometida de uma doença grave, onde iniciaram - se os exames intermináveis que pudesse diagnosticar oque acontecia em meu corpo.  
Foram 3 anos e meses com diagnóstico errado. Quando em março de 2015 fui diagnosticada com Mielona Múltiplo, que para quem não sabe é um tipo de câncer raro na medula que degenera os ossos.  
Nos anos anteriores sofri pneumonias, paradas respiratórias, falência hepática e renal.. 
Onde em Setembro de 2015 conheci a Auto-hemoterapia  onde hoje me encontro exatamente bem.  
Os órgãos que estavam comprometidos estão em funcionamento correto. sem contar a dor de cabeça que me acometia todos os dias.  
Anêmica, careca e totalmente abaixo do peso. Não havia mais esperança.  
Hoje com 7 meses de HT. Estou assim, me sentindo renovada.  
Então acreditem seu sangue te cura. 
 
 
 
 
 
AMIGOS DA CURA: 
 
 

Postagem em  http://hemoterapia.org/depoimentos/auto-hemoterapia-cura-mieloma- multiplo.asp 7 de abril de 2016  


publicado por auto-hemoterapia | Quarta-feira, 06 Abril , 2016, 19:29
Quarta-feira, 6 de abril de 2016 
 
Milena Romao publicou no Grupo Auto-hemoterapia - Meu sangue me cura 
 
10 h · Sumaré, SP, Brasil 
 
Oi, tenho uma doença rara chamada Porfiria Cutânea tarda, faço a auto hemoterapia ha um ano e dois meses, minha doença foi controlada em apenas dois meses de tratamento, procuro compartilhar pois as vezes aparece algum portador da doença e isso ajuda a propagar esse tratamento que me devolveu a vida, e assim ajudar as pessoas a encontrar a cura com esse tratamento tão maravilhoso! 
 
 

 


publicado por auto-hemoterapia | Quarta-feira, 30 Março , 2016, 21:03
Quarta-feira, 2 de março de 2016 
 
Ricardo Diniz: 3 de maio de 2014  
 
Faço uso da Auto-Hemoterapia há mais de 5 anos. Eu mesmo extraio 5ml do meu sangue e aplico nas minhas nádegas ou braço uma vez cada 25 dias. Estou pensando em fazer um site só para divulgar e compartilhar com o mundo sobre essa maravilha. O que acontece comigo quando me aplico a Auto Hemoterapia: - Fico calmo e tranquilo; - Meu sistema imunológico se fortalece. Somem herpes, infecções e problemas intestinais; - Tenho problema de depressão e com a AH fico totalmente livre dela; - Não preciso de antibióticos se for acometido de alguma infecção de garganta, febre ou outra enfermidade. O último milagre que aconteceu comigo pelo menos, mais uns 7 dias. Só haviam passado dois dias, quando me lembrei que estava há mais de 40 dias sem me aplicar a Auto Hemoterapia, então o fiz. Foi então que após 8 horas da aplicação, comecei a suar muito. Adormeci e quando acordei não tinha mais nada. Foi que eu morando aqui no estado do Maranhão, peguei dengue. Fiquei muito mau. Muita febre, dores fortíssimas em todo o corpo, urinava com grande ardor, feridas na boca, manchas na pele e todos os sintomas característicos dessa doença. Quando soube que era dengue através de um exame médico, soube que iria ter que aguentar aquela situação por,ais nenhum sintoma. Estava apenas fraco por que não havia me alimentado corretamente durante os dois dias da doença. Para quem lê o que escrevi aqui, pode parecer que a Auto Hemoterapia não seja nada de mais ou que seja apenas fé ou sugestão do meu consciente. Não preciso provar nada a ninguém, apenas sinto-me muito bem com ela. Agradeço muito ao Dr Luiz Moura que orienta as pessoas em seus videos no Youtube. Sei que existem muitos charlatões aqui na internet. Mas ele não é. Por que você pode fazer as aplicações e ele nunca irá ganhar um centavo seu. Você apenas irá se curar das doenças gratuitamente. Apenas faça tudo com muita higiene e material descartável. Boa sorte! Meu nome é Ricardo Dias Diniz. piloto30@hotmail.com 
 
ttp://hemoterapia.org/depoimentos/comentarios/ricardo-diniz-3-de-ma io-de-2014-1153-faco-uso-da-auto.asp 
 
Terça-feira, 1 de março de 2016 
 
Comentario no Grupo: Hemotérapia, O Sangue que Cura eu Faço! 
 
Mauricio Cesario Pereira: Eu me recuperei ! Tenho provas 
 
Quarta-feira, 10 de junho de 2015
 
Dengue cede com auto-hemoterapia  
 
“Amigo, bom dia, estava estudando sobre o tema da autohemoterapia e vi o chamado para quem quer assinar sobre a eficácia do tratamento.  
Eu pratiquei a terapia quando lutava, pois eu fazia muito exercício e não queria ficar com a imunidade baixa. Parei o tratamento por 15 anos. Assim que entrei no corpo de bombeiros parei os meus treinos, me mudei de cidade e esqueci, completamente. Só me lembrava quando contraia alguma doença, imaginando se tivesse continuado às vezes não teria contraído; mas eu não conhecia ninguém que fazia o tratamento lá onde morava.  
 
Retornando para minha cidade, comecei a considerar o início do tratamento, mas desisti devido a conselhos de enfermeiros e médicos que conheço; mas um dia eu estava escalado para atuar numa guarnição de prevenção no carnaval de 2014 e dois dias antes fui diagnosticado com dengue. Eu queria ir, pois seria bem remunerado pelo trabalho, mas não aguentava levantar da cama. Então me lembrei de um amigo, enfermeiro que tinha uma grande experiência na prática da autohemoterapia. Com muito custo cheguei à casa dele e ele fez o procedimento.  
 
Viajei no outro dia de manhã, ainda muito cansado, mas de noite eu já estava me sentindo bem. Fiquei lá na cidade durante todo o carnaval, trabalhei todas as noites e retornei bem mais animando.  
Considerando que já vi pacientes com dengue se recuperarem somente depois de seis ou sete dias, acho que o fato de eu estar de pé trabalhando no terceiro dia, não pode ser devido apenas ao uso do paracetamol. Então por favor, pode acrescentar meu nome na lista de assinaturas,  
 
Filipe Pereira da Silva.”  
 
Caro Felipe,  
 
O enfermeiro que aplica auto-hemoterapia no grupo que frequento também passou por situação idêntica. Num domingo estava dominado pela dengue e recorreu a outro amigo que lhe fez aplicação de uma dose elevada. Na segunda-feira ele já estava trabalhando, mesmo com alguns sintomas, porém vencendo aquela fase mais crítica que só conhece quem já passou por ela. Aliás, hoje já é muita gente que conhece. E por isso os órgãos de saúde deviam assumir as suas reais responsabilidades e aplicar a auto-hemoterapia para enfrentar a dengue, chicugunha e outros problemas, além de promover e incentivar pesquisas para mostrar como funciona esta valiosa técnica.  
 
Saúde!  
 
Walter Medeiros  
 
PUBLICADO POR Walter Medeiros: no GRUPO: Auto-hemoterapia - Meu sangue me cura 
 

 

Fetha  


publicado por auto-hemoterapia | Terça-feira, 22 Março , 2016, 20:21
A LIBERDADE... (...). "O saudoso JORNAL do BRASIL ratifica: O JORNAL do BRASIL divulgava semestralmente, estatísticas sobre as INJEÇÕES de AUTO-HEMOTERAPIA". - "DEUS, dívidas e DEUS".
 
AUTO-HEMOTERAPIA, Dr. Fleming e os antibióticos...

Artigo Extra.

O nosso querido e respeitadíssimo JORNAL DO BRASIL divulgava a AUTO-HEMOTERAPIA, ao que nos parece, semestralmente.   

A informação nos foi repassada via E-MAIL, no dia 06 de janeiro de 2016, pelo bravo defensor da AUTO-HEMOTERAPIA, o Senhor MARCELO FETHA, que obteve a informação do ENGENHEIRO RICARDO TADEU COELHO. Logo abaixo o desabafo educado, esclarecido e esclarecedor do Engenheiro. 

AUTO-HEMOTERAPIA: - Eficaz e INOFENSIVA, ou uma aventura irresponsável?

Publicado por Ricardo Coelho. 

EM ABRIL de 2012 meu irmão mais velho comentou comigo sobre uma TERAPIA ALTERNATIVA que ele estava realizando, e que se tratava de um procedimento simples. Retirar seu próprio sangue e aplicar em seguida no músculo. 

Naquele momento inicial, pareceu-me uma técnica novíssima, muitíssimo estranha, coisa de maluco, “antinatural” e perigosa. Mas disse a mim mesmo, vou pesquisar e estudar o assunto.

Sou ENGENHEIRO, nunca fui muito bom em BIOLOGIA, não entendo absolutamente nada de MEDICINA, mas os anos de profissão nos proporcionam VISÃO e ANÁLISE CRÍTICA, o mapa do caminho para encontrar as INFORMAÇÕES que necessitamos, além obviamente de fazer cálculos, analisar e gerenciar os riscos.

A INTERNET atualmente nos facilita o acesso à INFORMAÇÃO e investiguei sobre a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT) no BRASIL e no MUNDO. 

Vi e revi a entrevista do iluminado Dr. LUIZ MOURA, li e reli os trabalhos do Dr. JÉSSE TEIXEIRA e do Professor RICARDO VERONESI, além dos diversos textos do Dr. Jorge Martins Cardoso e muitos artigos INTERNACIONAIS sobre o assunto. 

Após alguns dias de pesquisa e estudo, decidi experimentar, afinal estava cansado das consultas médicas, antibióticos, descongestionantes, antitérmicos, anti-inflamatórios e demais produtos do arsenal da INDÚSTRIA FARMACÊUTICA para as CRISES de SINUSITE que tinha todo ano, nos últimos 30 anos.

Hoje, após exatamente um ano realizando a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), não apenas comprovei os benefícios, pois não tive mais nenhuma CRISE de SINUSITE, gripe ou resfriado, como também NÃO OBSERVEI NENHUM EFEITO COLATERAL. 
Ao ler o parecer do Conselho Federal de Medicina CFM Nº12/07 do DIGNÍSSIMO relator Dr. Munir Massud sobre a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), não apenas pude perceber que se tratava de UM PARECER BASTANTE TENDENCIOSO e com alguns erros ou “neologismos” como muito bem colocado pelo Dr. Jorge Martins Cardoso em seus artigos, bem como me espantei com alguns trechos do parecer que destaco abaixo: 
“Assim, não foi possível obter estudos confiáveis e com força de evidência científica elevada que indiquem ser a AUTO-HEMOTERAPIA PROPRIAMENTE DITA um procedimento efetivo e seguro”. 

“O que existe em abundância é uma propaganda na INTERNT em linguagem INADEQUADA à CIÊNCIA, às vezes VULGAR, desprovida de CULTURA CIENTÍFICA, que pretende convencer pela DRAMATICIDADE de relatos de CASOS ISOLADOS sobre uma grande variedade de enfermidades e de estudos carentes de metodologia científica.”

“Em conclusão, a AUTO-HEMOTERAPIA não foi submetida a testes genuínos, não foi corroborada, e nada há, além de indícios, CASOS ISOLADOS narrados com DRAMATICIDADE, que pouco se prestam a provar coisa alguma perante a CIÊNCIA e que ampare o seu valor, sendo o seu uso atual em seres humanos uma AVENTURA IRRESPONSÁVEL”.

Estudos confiáveis, evidência científica, linguagem vulgar, dramaticidade, casos isolados, carente de metodologia cientifica, testes genuínos, aventura irresponsável, ora, ora, ILUSTRÍSSIMO Dr. Munir Massud, como explicar então os INÚMEROS TRABALHOS CIENTÍFICOS e os MILHARES e MILHARES de RELATOS de CURA A FAVOR da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT) e NENHUM RELATO de PROBLEMAS ou EFEITOS COLATERAIS?

Como explicar que na DÉCADA de 30, quando ainda não existiam os ANTIBIÓTICOS, a ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA permitia e os MÉDICOS UTILIZAVAM o PROCEDIMENTO? Aventura irresponsável?

Vejam abaixo que em 20 de JULHO de 1934, o JORNAL do BRASIL trouxe em sua página 20, a estatística da assistência MÉDICA-CIRÚRGICA aos empregados municipais do RIO de JANEIRO, constando todos os procedimentos e serviços prestados que haviam sido realizados até JUNHO daquele ano, aos servidores públicos, INCLUINDO 470 INJEÇÕES de AUTO-HEMOTERAPIA.

Todos podem COMPROVAR no ACERVO DIGITALIZADO do JORNAL do BRASIL desde a sua primeira edição em 09 de abril de 1891, que a técnica era praticada pela ÁREA MÉDICA.   

Para acessar o ACERVO já inserido pela BIBLIOTECA NACIONAL na HDB acesse:http://hemerotecadigital.bn.br/jornal-do-brasil/030015

CARÍSSIMO Dr. Munir Massud, será que somente hoje, após quase 80 anos o procedimento se tornou uma AVENTURA IRRESPONSÁVEL? 

DESCULPE-ME Dr. Munir Massud, mas tentar nos convencer hoje, que um procedimento que sempre foi utilizado pelos BONS MÉDICOS no BRASIL, e, atualmente em todo o MUNDO, é uma aventura irresponsável, soa no mínimo como um atentado contra nossa inteligência.

Acredito que a AUTO-HEMOTERAPIA pode não curar todas as doenças, que apenas alivia o sofrimento dos doentes em algumas delas, que deva ser utilizada em vários casos como uma TERAPIA COMPLEMENTAR, pois não podemos de forma alguma IGNORAR e UTILIZAR os avanços que a MEDICINA teve nesses 80 anos, porém, OS NOVOS MÉDICOS não podem ficar ALHEIOS ou mesmo DESCONHECER a técnica e benefícios da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT) e utilizar QUANDO NECESSÁRIO e principalmente QUANDO O PACIENTE ASSIM O DESEJAR.

Afirmo que no meu caso, a AUTO-HEMOTERAPIA (AHT) foi, e está sendo muito eficaz e COMPLETAMENTE INOFENSIVA!

Termino esse desabafo com as palavras finais do Dr. J. DE OLIVEIRA BOTELHO em uma PALESTRA apresentada à ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA.

“A CURA PELA VACINA AUTOTERÁPICA” uma pequena variação da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT) e que o JORNAL do BRASIL trouxe em sua página 13 em 04 de AGOSTO de 1936:

“Deploro que os homens responsáveis pela coisa pública no BRASIL já não tenham levado para os HOSPITAIS do país a minha TERAPÊUTICA, que além de ser COMPLETAMENTE DESTITUÍDA de PERIGOS e de REAÇÃO, iria fazer uma IMENSA ECONOMIA nos GASTOS HOSPITALARES, desde que o REMÉDIO leva o doente consigo mesmo, EM SUAS PRÓPRIAS VEIAS. Talvez que algum dia esse momento possa chegar e então verão os MÉDICOS da minha PÁTRIA, a luz da evidência, que A VACINA do PRÓPRIO SANGUE veio reformar pela base a ARTE de CURAR”.

Abraço a todos,

RICARDO TADEU COELHO.
Engenheiro, 48 anos, casado, 2 filhos, adepto e agora defensor da AUTO-HEMOTERAPIA (AHT). 
1ª – Realmente, na página 20, no dia 20 de JULHO de 1934, uma sexta-feira, no JORNAL do BRASIL consta: - Assistência Médico-Cirúrgica dos Empregados Municipais. Avenida Henrique Valadares, 101 e 107. Mapa dos Serviços Prestados no 1º Semestre. 
     
2ª – São relacionados uma série de serviços, durante os meses de Janeiro, Fevereiro, Março Abril, Maio e Junho e, no final, o TOTAL dos serviços. 
     
3ª – Na última linha encontramos: INJEÇÕES – Auto-Hemoterapia – Janeiro = zero; Fevereiro = 122; Março = 119; Abril = 55; Maio = 114; Junho = 60; Total = 470. 
     
4ª – As informações do Engenheiro Ricardo Tadeu Coelho, ratifica aquilo que recentemente escrevemos sobre o PODER CURATIVO DO SANGUE – 4ª parte – página 19 do Livro do Dr. OLÍVIO MARTINS que disse: 

Pela douta tribuna da ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA, diversas conferências têm sido realizadas em favor desta heróica TERAPÊUTICA, não só pelo Dr. OLIVEIRA BOTELHO, como por diversos colegas outros de responsabilidade profissional, dentre êles os Drs. Vaz de Melo, Thompson Nogueira, Avelino Queiroz, Tolentino Miraglia, Otávio de Andrade, Professor Dr. Mário Bernd, da Faculdade de Medicina de Pôrto Alegre, José Pereira da Silva, etc., que têm levado ao conhecimento daquela ACADEMIA, estudos e observações interessantes das curas dos doentes pela “VACINA do SANGUE”...

5ª – Ainda no Livro do Dr. OLÍVIO MARTINS, quando escrevemos sobre DIABETE (9ª parte), na página 53 consta: - Dr. Thompson Nogueira levou à ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA uma comunicação sôbre um seu cliente DIABÉTICO, que “apesar dos mais cuidadosos TRATAMENTOS feitos, nunca pôde obter sua CURA ou a sua MELHORA sequer, o qual perdeu totalmente o açúcar nas urinas e recobrou grande euforia e visível bem-estar, já com as primeiras INJEÇÕES AUTOTERÁPICAS”.       
Drs. OLIVEIRA BOTELHO e Tolentino Miraglia, também apresentaram à ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA diversos casos de DIABETE tratados com grande êxito pela VACINA do SANGUE. 

6ª – Ainda no Livro do Dr. OLÍVIO MARTINS ao escrevermos sobre Úlceras do Estômago e do Duodeno (11ª parte), nas páginas 61 e 62 consta: - Todos os casos tratados, em nossa clínica, têm sido controlados pelos exames radiográficos. Dentre êsses, queremos referir-nos, primeiramente, ao do ilustre advogado, nesta Capital, Dr. L. P., levado aos nossos serviços pelo competente clínico Dr. JOSÉ MENDES TAVARES, MEMBRO da ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA.  
  
7ª – Então ficamos entendidos assim: 
     (a-1) - A VACINA AUTOTERÁPICA está documentada nos Livros do médico Dr. OLÍVIO MARTINS, (nove edições). 
     (a-2) - As INJEÇÕES de AUTO-HEMOTERAPIA estão registradas no JORNAL do BRASIL (20 de julho de 1934). 
     (a-3) - A VACINA AUTOTERÁPICA, na voz do Dr. J. DE OLIVEIRA BOTELHO está documentada no JORNAL DO BRASIL (04 de agosto de 1936). 
     (a-4) A VACINA do PRÓPRIO SANGUE está registrada no JORNAL do BRASIL (04 de agosto de 1936). 
     (a-5) - A VACINA AUTOTERÁPICA e/ou a VACINA do PRÓPRIO SANGUE, estão documentadas na ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA. 
     (a-6) - “O PODER CURATIVO DO SANGUE”, defendido pelo Dr. OLÍVIO MARTINS, está devidamente registrado no matutino DIÁRIO de NOTÍCIAS (era ou é localizado) na então Capital da República – Rio de Janeiro (24 de abril de 1951). 
     (a-7) – E, como já foi dito anteriormente, outros médicos fizeram comunicações à “nobre” ACADEMIA e, ainda, outros tantos médicos, fizeram conferências na “douta tribuna” da ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA. 
     (a-8) – Enquanto isto, a “nobre” e “douta” ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA, dormia em berço esplêndido. E, o que é bem pior, continua dormindo em berço esplêndido. Por ordem alfabética: - Existe algo de podre no reino da Dinamarca, no reino de Itabi e no reino da Noruega.         
     (a-9) – Com o nosso querido Brasil está sendo governada por uma “Nova Rainha da Inglaterra”, pode ser que a “dormição” no berço esplêndido acabe de uma vez. 

     8ª – Dr. OLÍVIO MARTINS nasceu em Santo Amaro (BA). Certamente ele deve ter uma certidão de nascimento, uma certidão de óbito e uma sepultura. Olá pesquisadores da Bahia e de Santo Amaro! Por gentileza ajudem-me a concluir a biografia do ilustre Dr. OLÍVIO MARTINS! Afinal ele ajudou a construir um Cine Teatro em homenagem ao nosso querido CAETANO VELOSO. Olha a gratidão! 
     9ª – No próximo artigo devo falar de quem? Da ACADEMIA NACIONAL de MEDICINA? Do DIÁRIO de NOTÍCIAS? Ou do JORNAL DO BRASIL?  
     10ª – Depende! De quê? Num sei... 
     
A luta contra a debilitante POLIOMIELITE (paralisia infantil) continua, e, a luta a favor da inofensiva AUTO-HEMOTERAPIA (AHT), também continua.

Se DEUS nos permitir voltaremos outro dia ou a qualquer momento. Ótima leitura e bom dia. 

Aracaju, capital de Sergipe (O Futuro “PAÍS da BOMBA ATÔMICA”), segunda-feira, 21 de março de 2016.

Jorge Martins Cardoso – Médico (e futuro BANQUEIRO) – CREMESE – 573.

Fontes: (1) – Dra. Internet, Dr. Google e Dr. Yahoo. (2) – Senhor Marcelo Fetha. (3) – Engenheiro Ricardo Tadeu Coelho. (4) – JORNAL do BRASIL. (5) – Jornal DIÁRIO DE NOTÍCIAS (Rio de Janeiro). (6) - Livro do Dr. OLÍVIO MARTINS – O PODER CURATIVO DO SANGUE – “Menos Remédios e Mais Ciência”. – 8ª EDIÇÃO – 1960 – Rio de Janeiro – páginas 19, 53, 61 e 62. (7) – Outras fontes. 
 
Jorge Martins
 
Enviado por jorge martins em 21/03/2016
 

publicado por auto-hemoterapia | Segunda-feira, 21 Março , 2016, 18:16

Auto hemoterapia e HPV

De milton da cunha em 16/05/2013 20:59:11 a partir de 187.1.45.97

Fui ao médico em teresina (PI): Dr Alesse Ribeiro atestou que eu estava com hpv na uretra. Fiz alguns tratamentos com IMIQIMOD mas sem resultados. Então resolvi fazer eu mesmo as aplicações Auto- hemoterapia. Resultado: a minha carga viral diminuiu de tal forma que não sinto mais dores ao urinar e os sintomas abrandaram muito. tenho exames para comprovar o que estou dizendo. obrigado. espero ter ajudado.
 
Desenvolvi ainda uma maneira mas eficaz para a auto hemoterapia. Veja: Aplicar em jejum 5 ml de sangue no músculo pela manhã;
A tarde aplicar mais cinco; Fazer suplementação com vitamina C durante dez dias ou mais;
Tomar complexo B e Cloreto de magnésio;
 
EXPLICAÇÃO:
Quando vc aplica os primeiros 5 ml pela manhã, à tarde os anticorpos já estão prontos na corrente sanguínea. Quando vc aplica a segunda dose a tarde vc está injetando anticorpos com interferon produzidos por eles. O interferon é uma proteina produzida pelas células e anticorpos que atuam contra os virus de forma eficiente.
É melhor que comprar interferon de R$ 300,00 pois tem efeitos colaterais graves
 
 
6 de novembro às 09:36
Uma nova mensagem foi publicada no fórum “INFORUM AUTO-HEMOTERAPIA (AUTOHEMO)”.
De: J.C [2014-11-04 19:51:16]
IP de origem da mensagem: 177.97.191.180
 
Assunto: Cura de HPV pela auto-hemoterapia
 
Olá, tenho 31 anos e há 3 anos tive a constatação desta doença no
púbis. Fiz tratamento com um médico do SUS especialista na área.
Ele falou que não havia remédio que “curasse” e que o próprio
organismo iria combater até reduzir os aparecimentos do hpv, porém
o vírus ficaria lá para sempre. Ele fez aplicações com ácidos para
estimularem a defesa do organismo, mas não funcionava muito bem
porque sempre reaparecia.
Depois de dois meses resolvi tentar o tratamento com auto-
hemoterapia. Depois da segunda sessão de 10 ml caíram todas as
evidências de hpv. Fiz o tratamento por mais 2 meses e nunca mais
apareceu nenhuma evidência.
Hoje faço em média 1 vez por mês só para prevenção de doenças e
gripes em geral.
Fiz exames e não apontaram nada, nenhuma DST.
Com auto-hemoterapia o mundo não precisará mais de tantos
remédios, somente aqueles que tem medo de agulha e pavor de
sangue ficarão à mercê de remédios caros e ineficientes.
 

Mais relatos em https://www.facebook.com/notes/marcelo-fetha/relatos-auto-hemote rapia-e-v%C3%ADrus-hpv/926292367389045 


publicado por auto-hemoterapia | Quarta-feira, 16 Março , 2016, 18:15
 
 
Descrição: http://hemoterapia.org/images/aht_hemoterapia_down.jpg
Bruna Catoira 
Procurei a auto-hemoterapia, em função da má circulação (varizes). A estética foi um plus! Veio de brinde! A imagem do pé, foi a melhora imediata, posterior a primeira aplicação.
MINHA MELHORA! 
Em 16 de março de 2016
 
 
Bruna Catoira comentou em Auto-hemoterapia - Meu sangue me cura 
 
Bruna Catoira -- Quero registrar que a melhora foi geral! -- Além do que foi postado acima, que contar que o fluxo da minha menstruação era grandioso, as tensões pré menstruais intensas, muita cólica e o período variavam de 10 a 12, 13 dias. Sempre foi assim, desde a adolescência. No último durou apenas 05 dias e a cólica era leve, considerada normal.
 
Estou muito satisfeita e estou registrando a melhora, a cada semana, para poder divulgar sempre os benefícios, para quem sabe (?), ajudar as pessoas com este meu depoimento. Eu sou a prova viva de que a técnica só agrega e que os benefícios são muitos!  
 

Reproduzido em http://hemoterapia.org/depoimentos/registro-fotografico-da-melhora-de-br una-catoira-com-auto.asp6 


publicado por auto-hemoterapia | Segunda-feira, 14 Março , 2016, 13:25

Pastora usa e defende auto-hemoterapia para combater Dengue, Zika e Chikungunya

Numa mensagem veiculada nas redes sociais, a pastora Joelma Santana, do município baiano de Itabuna (Brasil), fez uma defesa interessante de medidas de baixo custo para combater o mosquito aedes aegypti, que causa doenças como dengue, chikungunya e zika. Ela concorda com internautas que afirmam parecer “que as pessoas que estão de fora enxergam melhor a solução do problema do que os que estão lá dentro”. 
 
“O problema da dengue tem solução, sim.”, afirma a pastora, acrescentando que “Se os governantes realmente tiverem interesse de impedir o ataque epidêmico; mas muitos estão brigando é por cargos que pagam muito bem, em vez de procurar levar para o prefeito ideias de solução do problema”. A pastora Joelma Santana fui candidata a vereadora, não foi eleita, mas diz que mesmo sem recurso nenhum “estou trabalhando no meu projeto de combate a dengue”. 
 
“Quando agente quer o bem das pessoas agente faz”, diz a pastora. Sabe porque? – indaga e responde em seguida: “porque o amor ao próximo fala maia alto, dinheiro vem pra combater a dengue, mas o que falta é amor pelas vidas humanas”. Afirma que “se o prefeito avaliar o meu projeto direitinho e o acatar, ele terá muito êxito”, explicando mais: “vocês querem saber como eu estou combatendo a picada do mosquito da dengue? pois bem vou mostra o caminho: 
 
“Eu estou trabalhando com a técnica da auto-hemoterapia, estou imunizando toda minha família e amigos. O mosquito poderá nos picar mil vezes, mas nós que estamos fazendo o uso da auto-hemoterapia jamais vamos dar entrada em prontos socorros por conta de contaminação da dengue; sabe porque? Porque nosso sistema imune está em ativa produzindo (22%) vinte e dois por cento de macrófagos por semana para o nosso organismo devorar qualquer vírus ou bactérias invasora que tentar atingir o nosso corpo.” – revela. 
 
“Eu estou fazendo uma campanha no meu facebook, da auto-hemoterapia, para que todos se imunizem com seu próprio recurso. Não tem custo nenhum; basta usar uma seringa e o seu sangue, e ter um amigo técnico em enfermagem ou qualquer profissional da saúde que saiba pegar uma veia e saiba fazer uma aplicação intramuscular. Esse procedimento tem combatido todo tipo de doenças viróticas e bacterianas e muito mais.” – informa Joelma. 
 
“E não é só isso: esse tratamento tem sido motivo de preocupação da parte dos políticos gananciosos, porque a sociedade esta se curando com os seus próprios recursos e isso não é nada bom pra quem é corrupto, porque não havendo mais epidemias eles não vão ter como se justificar onde aplicou a verba que vem pra saúde. Por isso que eu, como uma mulher política que pensa no povo, já estou fazendo a minha parte. Apelo a todos que abracem essa campanha da auto-hemoterapia.” – completa. 
 
Ela sugere que acessem o seu facebook - Pastora Joelma Santana e anuncia que lá estão os vídeos e o seu apelo para que todos façam o tratamento e evitem ser atingidos por esse “maldito” mosquito. “Ainda que você venha a ser atingido, o seu sistema imunológico irá devorar o vírus da dengue e você não sofrerá os sintomas. Se você, amigo que vai ler esse meu comentário, aceitar fazer o tratamento da hemoterapia, eu estou aqui pra te ajudar. Me liga – 07388760611 - Pastora Joelma Santana, ou acesse o meu endereço do facebook e deixe uma notificação.” – conclui. 
 
--- 
 
‪#‎pastora ‪#‎mosquito ‪#‎dengue ‪#‎Itabuna ‪#‎Bahia ‪#‎prefeitura ‪#‎prefeito ‪#‎vereador ‪#‎chicungunya ‪#‎zika ‪#‎sus ‪#‎opas ‪#‎oms ‪#‎epidemia ‪#‎pandemia ‪#‎endemia ‪#‎surto 
 
 
Texto do jornalista ‎Walter Medeiros‎ para Auto-hemoterapia - Meu sangue me cura. 
 
Reproduzido por Fetha em 13 de março de 2016

  


publicado por auto-hemoterapia | Sexta-feira, 11 Março , 2016, 19:31
PUBLICADO AGORA NO GRUPO Hemotérapia, O Sangue que Cura eu Faço! 
 
ATIVIDADE RECENTE 
 
Yara Silva 
22 min · Araruama, RJ, Brasil 
Meu Nome é Yara Silva. Fui diagnosticada com HAP(Hipertensão arterial Pulmonar)em 2011,desde então tomava vários medicamentos, inclusive Vasodilatador,estava toda inchada e respirava com dificuldade. A HAP e uma Doença Grave, progressiva e Potencialmente fatal.(Ela é pior que um câncer) as células se proliferam desodernadamente dentro das artérias. E vai estreitando a passagem do Ar.sendo assim todos os Órgãos sofrem pela falta de oxigenação. Não existe cura. Os medicamentos sao carissimos. E so fazem aliviar alguns sintomas.-(Quem quiser pode pesquisar mais sobre a HAP) Os medicamentos não impedem o avanço da doença e ainda temos o descaso da saúde pelos governantes que gerenciam muito mal a distribuição de medicamentos de alto custo. Sendo assim as pessoas com essa doença quando ficam sem receber e usar is medicamentos podem vir a óbito rapidamente.descompensano e causando sérias complicações as vezes irreversíveis. Comecei a usar a AHT há 02 anos. Aos poucos fui me livrando ds crises severas de Asma. E consequentemente minha saúde melhorou. Eliminei todo inchaço do corpo. Hoje a Hap encontra-se estável . Passei da Classificação III para a II. O que era impossível já que a doença avança cada dia. A tendência a usar oxigênio 24hs e entrar oara a fila de transplante duplo seria ineviável. Hoje estou saturando 98% Bpm 79 e pressão estável. Já consigo até subir escadas e fazer pequenos exercícios. Estou há 5 anos diagnosticada com o uso da AHT.estou cada dia melhor. Deixo minha página do face onde fiz alguns vídeos depoimentos facebook/debemcomahap 
Yara Silva 
 
 
 
Postado em  9 de março de 2016 http://hemoterapia.org/depoimentos/auto-henmoterapia-melhora -hap-hipertensao-arterial-pulmonar.asp

 


publicado por auto-hemoterapia | Segunda-feira, 07 Março , 2016, 20:28

‎Sérgio Luiz Schmitt‎ para Auto-hemoterapia - Meu sangue me cura 

 

25 de fevereiro às 22:16 ·  

 

Muito bom estar no grupo...tenho experimentado a técnica a algumas semanas e ,de imediato minhas enxaquecas cessaram... 

 

https://www.facebook.com/groups/autohemoter apiatrataecura/permalink/905708059548113/

 

Maria Luzia Fernandes De Rezende comentou em Auto-hemoterapia Testemunhos: 

 

Tomava naramig todos os dias pra enxaqueca, era o único que resolvia, até começar com auto hemoterapia, e vou muito bem, graças a Deus 

Pela transcrição, Fetha 


mais sobre mim
Abril 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
Visitantes
blogs SAPO
subscrever feeds