É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.
publicado por auto-hemoterapia | Sexta-feira, 05 Agosto , 2016, 19:09
Novo artigo do Dr. Jorge Martins Cardoso:
 
“CFM e SBHH são suspeitos para falar sobre Auto-hemoterapia” 
 
O médico sergipano Jorge Martins Cardoso, que já escreveu mais de cem artigos sobre auto-hemoterapia, comentou no site Recanto das Letras a decisão do Ministério Público Federal no Espírito Santo de instaurar Inquérito Civil para apurar os motivos da proibição do uso da auto-hemoterapia pelos médicos, enfermeiros, farmacêuticos e serviços de saúde.
 
Segundo Dr. Cardoso, “O FOCO da PROCURADORA está perfeitamente coerente”. Para ele, “A ilustríssima PROCURADORA deve realmente IMPOR que ÓRGÃOS BRASILEIROS, CIENTIFICAMENTE COMPETENTES, sejam OBRIGADOS a realizarem PESQUISAS sobre a AUTO-HEMOTERAPIA.” Defende que “O primeiro passo deve ser provar e comprovar que a AUTO-HEMOTERAPIA é completamente INOFENSIVA para os animais irracionais e para todos os SERES HUMANOS.”
 
Dr. Cardoso comenta em seguida: ”Eu, na condição de CIDADÃO e também como MÉDICO digo as seguintes palavras afirmativas: A AUTO-HEMOTERAPIA é absolutamente INOFENSIVA para animais irracionais e para SERES HUMANOS. Como posso provar e comprovar a minha afirmação. Simplesmente com as minhas palavras? Não! Existe um dito popular que diz: “UMA IMAGEM vale mais que MIL PALAVRAS”. No entanto, hoje em dia imagens podem ser distorcidas...”
 
Observa que “No entanto se eu for à sede da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB – no caso na seccional de Sergipe, e realizar uma aplicação de AUTO-HEMOTERAPIA em mim, na presença de toda a diretoria e de tantos outros advogados que se disponham a assistir ao ATO CIENTÍFICO, com direito a centenas de fotografias e dezenas de filmagens, aí então a coisa poderá mudar um pouco, por duas razões iniciais, a saber:
 
A – Teremos dezenas de provas testemunhais ligadas ao campo das CIÊNCIAS JURÍDICAS.
 
B – Teremos centenas de fotografias e dezenas de filmagens realizadas no interior de uma poderosa, respeitada e respeitável INSTITUIÇÃO JURÍDICA.”
Mesmo assim, o médico considera que “Todavia tal ATO CIENTÍFICO ainda não será suficiente para provar e comprovar que a AUTO-HEMOTERAPIA é absolutamente INOFENSIVA. Exatos cinco dias após a primeira aplicação da AUTO-HEMOTERAPIA em mim mesmo, eu deverei comparecer à mesma sede das OAB, diante das mesmas personalidades (com direito novamente a centenas de fotografias e dezenas de filmagens), com os seguintes objetivos, a saber:
 
A – Eles irão olhar para mim e dizer: - É ele mesmo!
 
B – Ele está vivo.
 
C - Ele aparenta estar bem de saúde.
 
D – Todos os presentes terão o DIREITO de examinar a MINHA VEIA de onde foi retirado O MEU PRÓPRIO SANGUE e observarem se houve alguma mudança!
 
E – Todos os presentes terão o DIREITO de observar O MEU MÚSCULO, onde foi aplicado O MEU PRÓPRIO SANGUE, e observarem se houve alguma mudança!
Cinco dias depois da segunda aplicação da AUTO-HEMOTERAPIA, poderá ser realizada uma terceira aplicação de AUTO-HEMOTERAPIA. E os mesmos procedimentos deverão ser realizados pelos mesmos participantes. E assim sucessivamente... 4ª aplicação, 5ª aplicação, 6ª aplicação, 7ª aplicação, 8ª aplicação, 9ª aplicação, 10ª aplicação, etc.
 
Afirma que “Após a aplicação da AUTO-HEMOTERAPIA centenas de vezes, se preciso for, ou seja, um ATO CIENTÍFICO, repetido centenas de vezes, na presença das mesmas personalidades, poderão nos levar à seguinte conclusão: O ATO CIENTÍFICO conhecido como AUTO-HEMOTERAPIA realmente é absolutamente INOFENSIVO. No entanto, entre os advogados presentes ao ATO CIENTÍFICO conhecido como AUTO-HEMOTERAPIA, que “teoricamente” são “leigos” em CIÊNCIAS MÉDICAS, muitos deles poderão fazer a seguinte argumentação: A AUTO-HEMOTERAPIA é realmente INOFENSIVA, porém a AUTO-HEMOTERAPIA é INÓCUA!
 
Sobre esse aspecto, explica: “Vamos fazer a diferenciação entre INOFENSIVO e INÓCUO, tendo inicialmente como referencial o nosso querido dicionário para “leigos”: INOFENSIVO – Adjetivo (in + ofensivo). 1. Que não ofende. 2. Que não é ofensivo. 3. Que não escandaliza. 4. Que não faz mal. (página 971). INÓCUO – Adjetivo. (latim innocuu). Que não é nocivo, que não faz dano; INOFENSIVO. (página 971). Portanto, aparentemente, os dois vocábulos são sinônimos. Para os “leigos”, para os estudiosos das CIÊNCIAS JURÍDICAS, as duas palavras (INOFENSIVO e INÓCUO) podem ser consideradas sinônimas. Então, peguei um dos meus dicionários médicos (BLAKISTON) e li o seguinte: INÓCUO – 1. Não lesivo; não prejudicial; que não produz dano. 2. INEFICAZ. (página 569). No dicionário médico o vocábulo INOFENSIVO não existe. Do ponto de vista médico, ou melhor, dentro das CIÊNCIAS MÉDICAS, o vocábulo INÓCUO e o vocábulo INOCUIDADE tem um significado diferente. Podem significar substâncias, produtos ou TRATAMENTOS INEFICAZES. E eles pululam por aí!
 
E continua: “Sendo assim, alguns poderiam argumentar da seguinte maneira: A AUTO-HEMOTERAPIA é absolutamente INOFENSIVA, porém é completamente INEFICAZ. Tudo bem. Pois bem. Pois muito bem. Tal argumentação poderia ser utilizada por um ou por vários dos participantes do ATO CIENTÍFICO realizado na sede da OAB de Sergipe. Nós (Eu e a Aplicadora), juntamente com dezenas de advogados presentes na sede da OAB de Sergipe, chegamos a um comum acordo. Ficou provado e comprovado que a AUTO-HEMOTERAPIA é absolutamente INOFENSIVA. No entanto paira uma dúvida atroz. A AUTO-HEMOTERAPIA é ineficaz ou é EFICAZ?”
 
Prosseguindo, diz o médico: “Tentarei usar uma argumentação sobre alguns produtos que todos os SERES HUMANOS são OBRIGADOS a usarem diariamente. O nome do produto? Alimentos! A partir deste momento iremos recorrer a uma ENCICLOPÉDIA chamada WIKIPÉDIA, que se autodenomina como sendo “LIVRE”. Vamos lá ?”  E discorre sobre SEGURANÇA ALIMENTAR, PERIGOS BIOLÓGICOS, BACTÉRIAS, FUNGOS, VÍRUS, PERIGOS FÍSICOS, PERIGOS QUÍMICOS, TENDÊNCIAS, e SEGURANÇA ALIMENTAR em POLÍTICAS de COMBATE à FOME.  
Em seguida, mostra que “Se, nos dias atuais, a sua, a minha e a nossa ALIMENTAÇÃO está repleta de VENENOS, imaginem, apenas imaginem, o que as inúmeras DROGAS sintéticas, supostamente benéficas, poderá causar no meu, no seu ou no nosso ORGANISMO? Já estamos sabendo, contando com a presença e com a colaboração de dezenas de advogados, que o ATO CIENTÍFICO conhecido como AUTO-HEMOTERAPIA é absolutamente INOFENSIVO. Resta-nos saber sobre a sua INOCUIDADE, ou seja, se a AUTO-HEMOTERAPIA é EFICAZ ou é ineficaz”. 
 
Registra que “Em abril de 2007, a poderosa Rede Globo de Televisão, - na verdade uma Rede “BOBA” de Televisão, num dia de domingo, num programa chamado de “Fantástico” – que de fantástico existe pouquíssima coisa – desancou a AUTO-HEMOTERAPIA. No referido programa (ainda está disponível na internet), aparece o idiota do então Presidente do Conselho Federal de Medicina, a então Presidente (ou seria Presidenta?) do Conselho Federal de Enfermagem, e, principalmente, observem bem, o então Presidente da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Eu acabei de escrever HEMATOLOGIA  e hemoterapia. Por quê? Para se provar e comprovar a EFICÁCIA da AUTO-HEMOTERAPIA é preciso estudar a MEDULA ÓSSEA, que é o local onde são originadas todas as CÉLULAS SANGUÍNEAS do corpo humano. Não só as CÉLULAS que circulam no SANGUE PERIFÉRICO, mas, também, e principalmente uma CÉLULA chamada de MACRÓFAGO. Só que os MACRÓFAGOS ao invés de circularem no SANGUE PERIFÉRICO, eles são encontrados no tecido conjuntivo frouxo de todo o organismo.
 
Esclarece que “Quando nós realizamos a AUTO-HEMOTERAPIA, ela eleva o número de MACRÓFAGOS em todo o nosso organismo. E, são os MACRÓFAGOS que fazem a limpeza de todas as porcarias que ingerimos através da ALIMENTAÇÃO, ou através do uso indevido de milhares de DROGAS sintéticas. Revela que “Escreveu o senhor Ubervalter: No contato com a PROCURADORA, me ficou claro a impressão de que ela vai buscar IMPOR a DECISÃO de OBRIGAR os ÓRGÃOS a PESQUISAR a AUTO-HEMOTERAPIA. Como poderemos agir para mudar o FOCO da PROCURADORA?”
Advertindo sobre a atitude daqueles órgãos, Dr. Cardoso opina: “Meu caro Ubervalter, preste bem atenção: A PROCURADORA não pode mudar o FOCO sob hipótese alguma. Ela está agindo corretamente. O que ela deve ser alertada  - o alerta é válido para todas as PROCURADORAS e PROCURADORES do BRASIL - é que o Conselho Federal de Medicina e a Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, são ÓRGÃOS altamente suspeitos para realizarem qualquer tipo de pesquisa sobre AUTO-HEMOTERAPIA, depois do depoimento deles na Rede Globo de Televisão em abril de 2007, e depois da publicação do parecer do CFM sobre o tema, também em 2007, (está disponível na internet) parecer este que não tem nenhum embasamento CIENTÍFICO, e que foi subscrito por um mero pneumologista de Natal – RN.
 
Concluindo, o médico sergipano é enfático, defendendo que “ O lugar do parecer do CFM é na lata de lixo, para não poluir as brasileiras, os brasileiros e o meio ambiente”.
 
O artigo completo pode ser lido nesse endereço:http://www.recantodasletras.com.br/artigos/5718381
 
Por Walter Medeiros, jornalista.
04.08.2016

 


mais sobre mim
Agosto 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Visitantes
blogs SAPO